A verdadeira paixão por Missões e a paixão de momento  

Pr. Wellington Lopes Germano

 

 

 

Por tantos testemunhos e relatos missionários que fazem muitos cristãos se emocionarem, chorarem e dizerem: “Eis-me aqui”; com tantos desafios enfrentados por "super" homens e mulheres que estão no campo; por tantas novidades e curiosidades, nas diversas culturas onde tem chegado o evangelho; pelo clamor das vidas sem Jesus; pela ordem do senhor; pelo status; pelo mover do Espírito Santo; pela vinda de Cristo; pelos relatórios mensais e anuais; por inveja; por falta de opção; por cobiça; por orgulho; por amos a Deus e às almas...

Esses e tantos outros motivos levam muitas pessoas a se envolverem na obra missionária. Mas Deus, que sonda os nossos corações, sabe quais as motivações de cada um.

A real e principal motivação para a obra missionária, é a Glória de Deus." Porque dEle, e por Ele, e para Ele, são todas as coisas, a Ele pois a glória, eternamente, amém." (Rm 11.36).

A segunda motivação deve ser a compaixão pelos perdidos. " E, vendo eles as multidões, teve grande compaixão, porque andavam desgarradas e errantes como ovelhas sem pastor. " (Mt.9.36).

Qual a minha é a sua motivação no trabalho missionário?
Ou se nos falta a real motivação, quais seriam então as nossas prioridades?